apenas eu.

Minha foto
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm." (1 Coríntios 10:23a)

transeuntes.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Aquela tal inveja construtiva.

Pela manhã indo trabalhar, ainda dentro do ônibus, o fone em seus ouvidos e ela viaja no som de Miriam Makeba, conforta e faz vibrar seu coração que antes mais, agora menos mas continua apertadinho. Ela reflete sobre sua vida e suas vontades. Acaba por sentir saudades daquilo que ainda não viveu.
Chega a seguinte conclusão: ela inveja as pessoas, na verdade é uma inveja construtiva (se é que existe esse tipo de inveja), pensa que queria ter ou construir algo igual mas não necessariamente aquele algo que está em "poderio" de outrem, manja? - ela se pergunta.
Faz falta ela sabe. É como se lhe faltasse algo, e de fato falta. Parece que tem um buraquinho na vida da gente - ela diz. Todo mundo quer e precisa disso, mentem os que falam o contrário - ela reforça a retórica.
Construiu o que seria esse algo em sua mente (o que não a impede de desconstriur e construir de novo se necessário for, não é nada que fuja a realidade comum). Ela queria somente algo bacana. Tranquilidade e risadas. Conversas intelectuais e idiotas também. Filmes dramáticos, românticos e documentários nos fins de semana frios e nos de calor, praia e cerveja. Cuidados e atenção. Divergencia de idéias sim, porque não!? Chinelo e meia. E ela reafirma a idéia:
- Se eu estiver errada me corrija!

3 comentários:

Gil Rosza disse...

eu entendi cada vírgula do que disse. na minha opinião, acho que isso não é "inveja construtiva", mas sim um desejo baseado em vc saber extamente o que quer, porque quer e pra que quer. se vc percebe que alguem tem isso e deseja ter tb, o desejo que sente não é o de ter o OBJETO de outrem... mas o desejo de ter ACESSO ao que por um acaso, coincide de ser as mesmas coisas que alguém já tem. compliquei? rs =)

Camilla para os menos íntimos... disse...

sim! complicou... rs!
mas não menos do que eu já me complico por mim mesmo...

Gil Rosza disse...

hahahahaha claro, claro...