apenas eu.

Minha foto
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm." (1 Coríntios 10:23a)

transeuntes.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

por Arnaldo Jabor.

Tenho horror a mulher perfeitinha. Sabe aquele tipo que faz escova toda manhã, tá sempre na moda e é tão sorridente que parece garota-propaganda de processo de clareamento dentário? E, só pra piorar, tem a bunda dura? Pois então, mulheres assim são um porre. Pior: são brochantes.(...)Sou antipático com orgulho, só sorrio para quem provoca meu sorriso. Não gostou? Problema seu. Isso se chama autenticidade, meu caro. Coisa que, pra perfeitinha, não existe. Aliás, ela nem sabe o que a palavra significa... Coitada.(...)Legal mesmo é mulher de verdade!!! E daí se ela tem celulite? O senso de humor compensa. Pode ter uns quilinhos a mais, mas é uma ótima companheira. Pode até ser meio mal-educada às vezes, mas adora sexo. Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução (e, às vezes, nem chegam a ser um problema). Mas ainda não criaram um remédio pra futilidade.


*Trechos tirados do texto "Bunda Dura".

5 comentários:

Camilla para os menos íntimos... disse...

Postei esse trecho só porque tem a ver comigo, não sou o estereótipo de beleza e minha bunda não é dura, meus peitinhos são de mãe e tenho algumas protuberâncias antes não existentes e que podem ser decorrêcia de meus quase 30 anos, meus pneuzinhos crescem a cada dia devido a minha ansiedade e a meu apetite descontrolado.
Enfim, acredito ser mulher de verdade, dessas que tomam muita cerveja e não se importam se a barriga vai crescer, não ligam que se descabelam quando transam e não perdem horas na frente de um espelho espixando os cabelos. Sou mal-humorada, não gosto de ficar rindo a toa diante dessa babilônia que estamos vivendo e quando cabe também sei dar umas patadinhas de leve. Se eu fosse homem garanto que meu pensamento seria esse también!

Monge disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Monge disse...

tendo em vista as devidas chamadas que levei quero dizer que dou sim atenção aos outros(blogs), bom na real dou mais valor que atenção devido a minha vida frenética mas não posso deixar de dar umas "pinceladas" neste seu, pois sempre que o faço ou dou boas risadas ou fico refletindo o dia todo pensando:-essa cretina se esconde debaixo do mal humor mas é um doce, bom e um doce que quando precisa sabe ser azedo e entornar o caldo ... acho que é disso que o Jabor está falando e disso que gosto também pessoas de verdade que peidam de verdade, arrotam de verdade e trepam de verdade...bom isso não é uma cantada mas... vc é verdadeira mesmo companheira..rs..bjs

Gil Rosza disse...

Evito um pouco ficar falando que gosto de me relacionar primeiro com a pessoa e depois com o corpo dela. Falo assim, pra não ficar parecendo que tô usando o discurso manjado da “beleza interior”. Adoro a beleza exterior, só que no meu discurso ela não está nem um pouco relacionada à perfeição dos comerciais de aparelhos tipo “body shape” ou dos imorais anúncios do xampus seda. Tenho predileção por me deixar atrair pelas imperfeições de um corpo feminino. Celulite, cicatrizes, pintas, manchas de idade, estrias, assimetrias entre as coxas e os quadris, não costumam me impedir de seguir em frente se a pessoa lá dentro valer a pena. E se ela não fizer questão que eu seja padrão “ensaio do paparazzo”, pode ser melhor ainda.

P.S. tb nao sou chegado em peito siliconado e nem bundas durinhas!

Anônimo disse...

onde assino ?