apenas eu.

Minha foto
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm." (1 Coríntios 10:23a)

transeuntes.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Medo de se apaixonar.


"Você tem medo de se apaixonar e não prever o que poderá sumir, o que poderá desaparecer. Medo de se roubar para dar a ele, de ser roubada e pedir de volta. Medo de que ele seja um canalha, medo de que seja um poeta, medo de que seja amoroso, medo de que seja pilantra, incerta do que realmente quer - talvez todos em um único homem, todos um pouco por dia. Medo do imprevisível que foi planejado. Medo de que ele morda os lábios e prove o seu sangue".

(do livro O amor esquece de começar, Fabricio Carpinejar)



O medo também aparece quando tudo está master mega bem, no êxtase, no auge das coisas boas. Esses dias eu chorei, todo mundo sabe que sou cagona e dependente. Os planos estão sendo feitos meio que a nível de brincadeira ainda, mas no fundo existe uma certa verdade em tudo que é dito. Eu nunca vivi algo que chegasse tão perto da verdade, a que eu sempre esperei. Foi uma questão crescente na minha vida: o péssimo, o ruim, o mais ou menos, o mais ou menos mais para menos, o mais ou menos mais para mais, o bom e agora o que se pode chamar de ótimo. Minha crise é por esse ótimo, o qual achei que nunca fosse chegar e que de certa forma eu sempre o negava. Estou trabalhando essa introjeção do ótimo em mim e tentando não ficar tão instrospectiva diante dos fatos, estou tentando entender minhas emoções e entender toda essa maré de coisas e pessoas boas que estão adentrando minha vida em todos os âmbitos. Eu estou disposta a ter toda e qualquer vivência que me deixe ainda mais feliz e segura daquilo que eu quero e preciso.

4 comentários:

:: Soul Sista :: disse...

No caminho do bem, sempre sempre. Nada de sonegação da felicidade. Bora curtir!

Axé

Beiju

Didi. disse...

Já passeia por esse medo de entregar, ir ou não. Quando se dá o primeiro passo fica mais fácil vir o segundo e o terceiro, cada a um a seu tempo. Mas acho que o medo maior é perder o que realmente é belo e essencial num relacionamento. Partir e ainda gostar.

Abiodun Akinwole disse...

é, a vida nunca foi algo sem códigos.

o pior medo pra mim é o de saber que pode errar mas ter medo de fazer.


me entrego cada dia mais e mais. o problema é a visão de quem não vê isso.

Camilla Aloyá disse...

pelo sim, pelo não, com medo ou sem ele, acho que escrever o que escrevi é apenas assinar embaixo que já me entreguei... rs...