apenas eu.

Minha foto
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm." (1 Coríntios 10:23a)

transeuntes.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Rir no hospital é feio!

Véspera de Natal, rinite atacada. Quando Danilo vem me pegar para irmos a sua casa vê em meu corpo manchas vermelhas, várias delas, lembrei que 02 dias antes havia comido linguiça calabresa. No outro dia, Natal, e lá vamos nós para o PS do Bairro Bangu. As atendentes indignadas pelo tanto de pessoas alcoolizadas e algumas até foram a óbito por conta da bagunça e orgia que pensam ser a data comemorativa.
Passei com o clínico geral, diagnosticou alergia por intoxicação de algo que comi, medição: injeção no braço e na bunda, doeu! a medicação oral quando fui ver o preço desisti de comprar: 50 mangos, pensei comigo mesmo "essas manchas vão sumir a pulso porque eu não vou pagar esse valor num remédio para ser tomado 03 dias" e viemos embora xingando até Ministro da Saúde.
A príncipio as manchas e a vermelhidão desapareceram, mas passados 3 dias sem a medicação elas voltaram e com a aparência bem pior e coçando mais ainda. Troquei de médico, fomos agora no PS da Vila Luzita.
Acabei de chegar do hospital e lá me deu uma crise de riso, gargalhadas frenéticas contidas na farra´pelo Danilo me ameaçando sair do meu lado caso eu não parasse ou pegando no meu psicológico dizendo para eu repseitar que as pessoas estavam com dor enquanto eu ria.
Tudo começou quando a atendente anunciou meu nome no microfone para a clínica geral (sem acompanhante, deixou claro) e eu obriguei o Danilo a entrar comigo. Logo na sequência veio um GCM em nossa direção e eu disse "se ele perguntar, qualquer coisa nós nos conhecemos agora ali na sala de espera e estamos ficando e você também vai passar com o médico". (rs)
Entendeu a piadinha?
Não me aguentei quase morri de rir no hospital, ainda mais quando vi que o médico era oriental (lembrei dos chineses da 25 de Março falando "tlinta real"), queria medicar outra injeção - saí correndo do hospital e não ofereci minha nádega para a agulhada - e o remédio oral sem chance, vou ter que desembolsar mesmo os 50 mangos amanhã sem falta. A menos de 2 dias para o Ano Novo, comelança, confraternização e a recomendação foi: nada de carne de porco, gordura, alimentos condimentados, ou seja, nada do que é bom. Me dei mal!

3 comentários:

Danilo disse...

Mas foi engraçado mesmo, e em relação aos alimentos será muito bom isso pq vc se reeduca e come coisas saudaveis. Beijão te amo futura esposa.

Didi. disse...

Rir é cura de muitos males...eu tenho tendência a desastres, sério. Murphy não me ama, ele me venera...a lei do azar ta aí...mas eu nem levo a sério.

Camilla Dias disse...

bom não levar mesmo, esses dias estava dizendo que azar pra mim não rola, faço questão de passar embaixo de escadas... kkkkkk... o lance é rir!