apenas eu.

Minha foto
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm." (1 Coríntios 10:23a)

transeuntes.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

O dia em que os favelados desceram o morro.

O convênio com a ONG que eu trabalho foi cancelado, os motivos ainda não são claros para todos juridicamente falando, mas são óbvios para nós do coletivo de trabalho. O maior detalhe é que estamos desligados dessa instituição desde o dia 31 de outubro de 2009, no entanto, não bastasse não termos materiais e coordenação pedagógica, comer lanches e marmitex porcos, tamanho é o descaso com educadores e educandos que nem avisados fomos, se não fosse a pressão por todos os lados até agora não estaríamos sabendo que somos o mais novo "exército de reserva" do Grande ABC.
Tudo continua na mesma, sem receber e sem saber se isso vai acontecer, o presidente da ONG é um canalha, desviou dinheiro na caruda, está até andando de carro zero pela quebrada, fora os demais bens duráveis que ele comprou e as notas frias que ele apresentou pra Prefeitura de Diadema, segundo a própria gestão. A corrupção cresce cada dia mais, vemos pelo jornal, lemos no jornal e de repente ela bate aqui na nossa porta e dessa vez sem o minímo de desfaçatez e com um nível elevadíssimo de burrice.
Mas hoje o contexto se modificou, juntamos alguns educandos e fizemos um manifesto, fomos do bairro Serraria até o Centro da cidade na frente da Secretaria de Assistência Social, com cartazes e gritos de guerra durante todo o percurso. Nossa pauta de reivindicação eram as bolsas-auxílio dos educandos e os salários dos educadores ambos atrasados há dois meses. Foi bacana a atitude dos nossos pequenos "revolucionários", conseguimos causar um tumulto, deixar algumas pessoas da repartição pública em choque com medo dos adolescentes "favelados que desceram do morro" para fazer baderna e até acionar aqueles tais cavaleiros azuis para nos amedrontar foi preciso. Agora vamos ver se teremos uma resposta concreta dos políticos ou se mais uma vez, de mais um lado seremos ludibriados também por mais essa instituição.
Outra ONG assumirá esse projeto, provavelmente a segunda ou terceira colocada pela licitação e mais provavelmente ainda não faremos parte desse grupo de trabalho. E segundo o Secretário de Assistência Social a bolsa-auxílio dos educandos serão pagas assim que a nova instituição assumir. Quanto aos nossos salários não houve mediação, logicamente eles se eximiram de qualquer culpa, culpando a todo momento a instituição contratante (que de fato tem grande parcela de culpabilidade) para tirar o cú deles da reta, alegando que quem nos deve é a ONG que trabalhávamos e foram repassadas parcelas com valores altos para a mesma a fim de que cumprissem com todas as questões técnicas do projeto e pagamento da mão de obra. Disseram que a questão é a seguinte: ou ele devolve todo dinheiro que desviou e vende os bens duráveis que comprou ou no mínimo será procurado pela polícia e sem choramingar passará um longo período mandando salve por de trás da muralha. (o que eu duvido muito, estamos no Brasil!)
Amanhã nas páginas dos jornais Diário do Grande ABC e no Diário Regional a nossa manifestação estará lá. Nós Educadores Sociais acreditamos que só a massa trasnformará a iniquidade em equidade e que esses movimentos são válidos sim, melhores até do que qualquer aula teórica, pois, só assim aprenderão a reivindicar por seus ditos direitos de cidadania regulamentados por lei. "O movimento é a ampliação do berro" frase bonita, de impacto e verídica dita por Terezinha Ferrari, professora de Sociologia que leciona no curso de Ciências Socias no Centro Universitário Fundação ABC.
Estamos aí para sensibilizar a consciência! (essa frase é minha)


Diário do Grande ABC:


Diário Regional:

12 comentários:

Monge disse...

só pra lembrar mais um de nossos eruditos "Se quer fazer política tem que pegar na merda..."(Lenin)

Camilla para os menos íntimos... disse...

yeah monge jr!

Priscila disse...

Pois é amiga, sempre fomos msm roubados na cara dura, mais parece ludico, pois não é algo concreto e q chega a abater nossas vidas com tanta violencia, qnd foi o fato descrito em seu Blog.
O desvio qnd afeta uma grande massa, pricipalmente a massa geral não importa tanto, os afetados são os menos favorecidos, cabem msm a pessoas como vc fazer a diferença mostrar e mobilizar esses menos favorecidos q até chegar ao td, quem se fode primeiro é a minoria, os menos desfavorecidos.
Trabalhar de "graça" foi- se a época a lei da abolição já chegou a mto tempo.
Lidar com gente suja tem suas vantagens...Aprende-se o qnd isso é nogento e o qnt se é melhor...Honestidade sempre. O q os difere de Ladrões??? Coitado daquele q rouba galinha...Que pais é esse meu DEus !!!!!

ão fatos como esse q fazem ter vergonha de ser brasileira =/

Vanderlei. disse...

Olha Camilla, pior do que fazer o que fez é achar natural, dar golpes, chamar os jovens de ranhentos, mandar lanche vencido, e achar que nenhum de nós não tem valor, ele terá o que merece a justiça virá tenho certeza. A prefeitura deveria entrar com sequestro de nbens para que a Van seja vendida, o computador, as máquinas de frios e td o mais que ele comprou para os pagar.

Bj

vanderlei

Paulo Paz disse...

o descaso com os educadores neste país mediocre chega ao absurdo, um país que investe no pré-sal, que empresta dinheiro ao FMI, que comprar bilhoes em aviões de guerra, mais que não tem a dignidade de investir na educação, é lamentavel ver uma Nação, grandiosa como esta e ainda ter tantos analfabetos e semi-analfabetos, é lamentavel ver esta Nação atras de paises na educação, como o Chile, Nova Zelandia, e Coreia do Sul. É triste viver num país onde as crianças passam dias em casa por que não tem professores nas escolas pra darem aula e é mais triste ainda saber que muitos não valorizam os professores nem a educação neste país enigma, prova disso é que o unico candidato a presidencia da republica, que colocou a educação como prioridade teve pouco mais de 3%, o Senador Cristovam Buarque, é triste mais é nosso Brasil mal educado.

Janaina disse...

Oi Cá!!
È de extrema importancia seu comentario no blog,é foda ter que lidar com a corrupção frente aos seus principios!Prejudicando trabalhos com direcionamento social.
O descaso pelas açoes sociais,é quase cultural,em um país onde o indice de analfabetismo é exorbitante.
A falta de educação,levou este Pais ao ego futil e mercenario,onde só basta TER pois o SER foi esquecido ha tempos.
Estes homens,pobres homens...não sabem valorizar o povo carente de cultura mas sabem valorizar o egoísmo.
"Revolução",pois temos que nos unir contra o rebento do descaso.
Bjs
Lu Loira

Fabinho disse...

Camila fico tão indignido que nem sei o que dizer... Da mesma forma fiquei indigninado no condeca(encontro Estadual dos direitos da criança e do adolescentes que rolou em Araraquara),investiram milhões de reais, muita grana, e os ditos militantes da área da infância dizem que estavam lá para discutir diretrises para uma ampla proposta que universalização aos Direitos da Criança e do adolescentes. Aquilo me parecia mais uma disputa de passagens áreas e o vislumbre de irem para Brasilia para curtir um final de semana em um bom hotel e depois voltar para casa com caras de paissagem. É lamentavel amiga que as coisas chegaram neste ambito, fico envergonhado com tanto descaso, mas não figimos à luta jamais!!!

Gil Rosza disse...

Não há como não ficar puto menina! Infelizmente, o vício de alguns em saquear as iniciativas sociais como se o que sustenta elas fosse um tipo de espólio sem dono é foda. nem sei o que dizer! =(

Ana Célia Cruz disse...

Olá menina! Mas tu andas por uns lugares hein...rsrs Bom, que o trabalho social é pouquíssimo valorizado, sabemos bem, e também porque. Parabéns pela iniciativa da mobilização com a galera, há que ter coragem e tenho certeza que pelo menos serviu pra constranger alguns (nem que seja devido a presença da favela, logo alí às caras). Temos sempre que pensar esse negócio de ONG´s, "Terceiro setor e questão social" de Carlos Montaño. Sobre as suas denúncias, há que se ver, há provas quanto a isso? Já pensaram em procurar o Ministério Público? Tô morrendo de vontade de saber como e quando funciona essa belíssima instituição à qual venho vendendo os meus serviços. Que tal? Podemos ver quem atende e em que horário na Promotoria de Diadema, que acha? Abraço.

William Orozimbo disse...

Rasgando o verbo na lei da selva....
No psicológico sonoro e auditivo
revolução um tiro no seu ouvido.
lembra de mim? eu no olho do furacão
eu sou o ódio militância com razão.
Acabo a paz mexeu com a juventude
mexeu com satanás!... e esse é o nosso grito de guerra pra aqueles que duvidam da nossa capacidade...

"Ativismo opinião publica é pra gravata"

Anônimo disse...

parece que a lógica continua a mesma: só existe nobreza se houver quem não pode ter acesso ao que ela tem. isso no brasil é culturalmente mto forte. afinal que graça teria ser neozelandes, sueco, dinamarques, suiço, canadense? que graça tem saber que todo mundo pode ter tudo de bom que voce tem? pra sentir que se come bem, tem que haver quem come mal, senão não há como comparar e ai que graça tem? quando a familia real veio pra cá, desapropriou uma imensa area no rio de janeiro, derrubou casas e construiu palacios, jardins botanicos, residencias para convidados e outras farras hedonistas que só dinheiro pode comprar... tudo isso com o fim de isolar a plebe e mante-la bem longe. tbm criou-se os serviços especiais para atender especialmente ao arremedo de corte europeia que existia aqui. assim segundo dizem, D joão VI criou a policia militar, para cuidar da segurança dos bens duma suposta elite brasileira e parece que a mentalidade nao mudou nadinha de lá pra cá.

*resposta de email
por Gil Rosza

Camilla para os menos íntimos... disse...

até hoje nada foi resolvido!
corrupção do caralho!!!!