apenas eu.

Minha foto
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm." (1 Coríntios 10:23a)

transeuntes.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Procuro, logo está difícil de encontrar.

O futuro é uma incógnita e é até bom que o seja, o que maltrata é a espera um tanto quanto cruel. É bom que seja incerto mas a incerteza nos faz um pouco desesperar e desesperar tão pouco irá adiantar. Na bifurcação só tem um jeito escolher um caminho, seguir nele e esperar. E se for o caminho errado, terá de voltar e começar tudo novamente e assim sucessivamente até o fim de sua vida.
Estamos sempre esperando por bem feitorias, o melhor emprego, o melhor salário, o melhor amor, a melhor saúde, a melhor hora, a melhor classificação, a fila pequena no banco, o ônibus vazio no horário de rush. Porque como diz aquele ditado "que vença o melhor" ou não. E tudo num ritmo tão acelerado, ritmo que nos foi imposto sem cordialidades, querer tudo pra amanhã é herança que temos de tempos.
Saímos na rua e procuramos sabe lá Deus pelo o quê, no entanto estamos sempre numa constante procura por algo que nos faça bem, contudo, isso me parece tão abstrato. Tentando desfazer todos os nós no ar. Metamorfoseando-se pela cidade, por dias e noites sem conta. Construindo e desconstruindo cores, formas e arranjos. E cadê o enredo? Mudaram o script e nem avisaram.
Não quero o doce sabor da perfeição, deixo-a para os que estiverem dispostos. Sou certa sou errada, muitas vezes estereotipada e não ligo, não quero ficar louca buscando sempre a objetividade como Nietzsche prismo mais pela subjetividade, sou passional, tenho também a tal da mobilidade, a única coisa que requer minha preocupação é a incerteza, dos meus paradoxos cuido eu.
Não estou destituída de culpa, procuro constantemente o caminho que me leve em direção à luz, a luz do que tenho de fazer para que as coisas tomem um novo rumo, para que as portas se destranquem e se abram meus caminhos, porque até agora nenhum ser dotado de saberes divinos ou não, prosaicamente falando soube dizer o que mais tenho de realizar para que os acontecimentos aconteçam.

6 comentários:

Vanessa Souza Moraes disse...

Não é ruim querer o melhor.
Ruim é se angustiar em demasia em não conseguir.
;)

Camilla para os menos íntimos... disse...

Meus últimos posts quase que todos falam da mesma coisa mudando apenas as palavras, mas creio seja impossível falar de outra coisa quando se está num momento de crise.
Me desculpem os leitores se estou sendo repetitiva mas considerem não estou conseguindo me desvincilhar dos pensamentos que andam em círculos dentro da minha cabeça e eu escrevo sobre eles, mas se também não quiserem me desculpar dane-se! kkkkk...
(brincadeirinha - com um fundo de verdade)

abraços a todos e todas.

quiz brisas. disse...

calminha, calminha.

Gil Rosza disse...

Pra mim, ce ta no caminho possivel, que é o da busca constante e em armas. armas nao pra lutar contra os outros, mas contra uma parte de nos mesmos que as vezes tenta nos sabotar 24h por dia. acredito em vc... acredito em nós... e vamo partir pra cima.

Vanessa Souza Moraes disse...

Falo!
Eu te achei ao acaso - e gostei do blog.
Beijo.

Ni disse...

querida... admiro sua fúria!
li tudo... e me sinto sem animo para tecer consideraçãoes acerca do inconsiderável.