apenas eu.

Minha foto
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm." (1 Coríntios 10:23a)

transeuntes.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

na mira.


até quando serei refem das minhas próprias emboscadas?
das fantasias fantasiosas?
do ego egocêntrico e das vaidades vaidosas?
da impaciência intolerante e da intolerância impaciente?
da ignorância em querer ignorar fatos?
dos porques, inventando-os quando eles não existem?
das desculpas esfarrapadas?
do meu próprio poder de convencimento querendo me convencer daquilo que não é nada convincente?

5 comentários:

Camilla Aloyá disse...

esse post não tem "total" relação com relacionamentos amorosos.
é um questionamento a mim mesmo em todos os segmentos da minha vida e nas minhas relações interpessoais e profissionais.

GIL ROSZA disse...

isso me lembra um filme do Carlos Reichenbach chamado "alma corsária"... é sina ou efeitos colaterais de se ter alma corsária. o povo que escreve pra não morrer, costuma sofrer disso.

Flavio SantoRua disse...

leio-te sempre...

Guilherme disse...

o xico sá gostou do seu blog.
eu recomendei o seu blog e ele gostou da indicação.

Camilla Aloyá disse...

esse filme ainda não assisti Gil, vou tentar ver.

valeu Flávio, sinto-me lisonjeada...

e que chic Guilherme! obrigada por indicar meu blog a outras pessoas.