apenas eu.

Minha foto
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm." (1 Coríntios 10:23a)

transeuntes.

sábado, 3 de julho de 2010

Precious.

No Harlem, Nova York 1987, a jovem Clairece “Precious” Jones, 16 anos, sofre as mais diversas privações, a maior delas por ser negra e obesa. Abusada pela mãe, violentada pelo pai e grávida de seu segundo filho, é convidada a frequentar uma escola alternativa, na qual consegue enxergar minimamente uma nova perspectiva para sua vida e para os seus filhos.

Na real, acabei de assistir e eu estou com a maior preguiça de fazer a crítica em relação a esse filme e também não posso dizer que ele é bacana, pois, estaria sendo uma grande imbecil, a desgraça nunca é bacana, nem a nossa muito menos a alheia. É um filme tenso, pesado em maior ou menor intensidade dependendo dos olhos que o veem. Nada de novo e nada que fuja muito a realidade brasileira, colocando em pauta também a questão racial, basta que entremos em contato com os orgãos competentes na preservação e garantia dos direitos das nossas crianças e adolescentes para constatarmos nas estatísticas.

Só tenho uma pequena crítica à fazer, que vale também como uma pergunta: que merda de Assistente Social era aquela, tarefeira e sem nenhuma percepção?

Filme: Preciosa - Uma História de Esperança
Direção: Lee Daniels
Gênero: Drama
Ano: 2009

5 comentários:

Paulo Paz disse...

Baixei este filme esta semana mais ainda nao tive tempo de assistir,
quando assistir comento com mais propriedade

Camilla Aloyá disse...

OK!

GIL ROSZA disse...

boa dica; to baixando e vou tentar assistir.
=)

carol... disse...

Então... a dica é ótima mesmo. Filme bom, atrizes ótimas, menos a Mariah Carey - só canta, vai... rs...

Mas como na maioria dos casos, o livro é beeeem melhor q o filme. Muito, mas muito, mais impactante e realista. É a própria Precious escrevendo, com erros de criança que ainda está aprendendo a ler e escrever, mas tentando expressar um turbilhão de sentimentos de gente grande, que viveu uma vida inteira e nunca conseguiu ou teve oportunidade de fazê-lo. Forte.

o Tim já dizia e eu concordo plenamente: "LEIA O LIVRO"

hahá............

AGOOOOORA...

(dois pontos, outra linha, parágrafo, travessão)

QUE PORRA DE ASSISTENTE SOCIAL ERA AQUELA, MEEEEEEEEESMO...?!?!

Vergonha alheia total.

:O

JaNa disse...

Nega, quero assistir a esse filme.
Só de ler sinopses e opiniões alheias já imagino que vá me levar às lágrimas [sim, sim, sou chorona!]
Valeu a dica.