apenas eu.

Minha foto
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm." (1 Coríntios 10:23a)

transeuntes.

sábado, 20 de novembro de 2010

Mês da Consciência Negra: chamada a todos os negros e a quem mais possa interessar.


O que será que é ter consciência negra?

Será que é implementarem na escola uma matéria falando sobre questão racial de uma maneira totalmente distorcida? Será que é aprender na própria escola que ser negro é questão de identidade? Se tu se identifica é negro, senão, pode chamar na imaginação e ser até roxo com bolinhas amarelas.

A inserção do negro nos diversos âmbitos da sociedade não vai se dar por identidade mas pelo entendimento de toda questão que o envolve: desde a escravidão até a contemporaneidade quando discutimos sobre cotas para negros nas faculdades. É sobretudo, evitar o auto-preconceito, ou seja, a inferiorização dos nossos irmãos diante da sociedade; é trabalhar questões religiosas e históricas sem deturpá-las como desde sempre vem acontecendo; é sensibilizar nossos irmãos para questões de gênero e todos os tipos de violência, colocar que racismo e capitalismo estão atrelados, fazer com que nossos irmãos enxerguem o poder manipulador da mídia; e por fim, que na verdade é o começo de tudo, é dar grande ênfase para a educação de nossas crianças.

Este é um momento de conscientização e reflexão sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional. Mais do que shows só com cantores pretos no dia 20 de novembro a luta deve continuar e se tivermos de gritar, gritaremos pela pseudo-liberdade forjada que nos é dada, pela liberdade que ainda nos é omitida, buscando sempre a igualdade total de oportunidades e possibilidades de desenvolvimento humano.


PS: pra quem não sabe...
Esta data foi estabelecida pelo projeto lei número 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. Foi escolhida a data de 20 de novembro, pois foi neste dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.

5 comentários:

Felipe Braga disse...

Você tocou em pontos extremamente importantes nessa discussão.

A consciência do negro como formador exponencial do nosso povo é determinante para que o preconceito seja finalmente enterrado. Mas não é apenas isso.

Abdias do Nascimento disse, recentemente, que os movimentos pela emancipação dos negros devem ter unidade. Exatamente o que propunham Patrice Lumumba e outros expoentes dessa nossa causa.

"...colocar que racismo e capitalismo estão atrelados..."
Colocação perfeita!

Beijos.

Camilla Aloyá disse...

Obrigada pela comentário Felipe, pois, talvez o seu seja o único nesse post...
Percebo que quando tratamos de assuntos relevantes poucas pessoas se manifestam, é mais fácil comentar sobre qualquer outro assunto mas esse em especial assusta as pessoas, isso me entristece mas tb me dá cada vez mais força.

Retribuo o abraço.

Romantico Rebelde disse...

Muito interessante teu blog, muito bom! Vai desde conciencia negra até receitas da ana maria braga! rsrsrs... mais falando sobre o texto você disse grandes verdades. A igualdade precisa ser manifestada e não apenas lembrada em um dia. Estavam até mesmo discutindo pq que o dia de tiradentes é feriado e o do zumbi dos palmares não é? se os dois são os mais notórios heróis brasileiros... só porq tiradentes é "branco" ?

Abiodun Akinwole disse...

Ea! A luta continua!

Chegar ao caminho da real igualdade, por todos os meios necessários.


abração!

Abiodun Akinwole disse...

e sobre o lance de Tiradentes aí em cima: "Em nosso país consideramos apenas dois heróis: Tiradentes e Zumbi. Só que no Dia de Tiradentes todos consideram realmente um feriado, ninguém contesta, o comércio fecha. Já no dia 20 de novembro as pessoas querem contestar, e alguns não querem que seja feriado, mas sim ponto facultativo. As pessoas dão muito pouca importância à história do negro no Brasil."

mas um dia a gente muda.