apenas eu.

Minha foto
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm." (1 Coríntios 10:23a)

transeuntes.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

É melhor calar.

A vida é muito louca, nos prega cada peça, sempre nos colocando a modo de "pause" para que façamos nossas escolhas. Na maioria das vezes a escolha se relaciona a sentimentos, a dor, a perdas e nem sempre conseguimos se quer escolher, vem dado e pronto. São muitos os divisores de água que nos chegam durante nossa estadia na terra.

Difícil pra cacete aceitar determinadas situações, difícil fazer com que as pessoas nos aceitem em nossa totalidade, fazer com que nos respeitem, difícil impedir que alguns "nãos" sejam ditos ou deixar a emoção falar mais alto. Um pingo de razão é super necessário para não alastrar o sofrimento mais adiante, abdicar de sentimentos também é honroso em certos momentos.

Eu queria muito falar sobre o meu dilema, mas acabei de receber a notícia de que o pai de uma super amiga está com câncer e nessa percebi que o meu dilema não é nada relevante perto de outros. A chamei no MSN porque precisava conversar mas quando soube até desencanei, deixei que ela falasse e desabafasse. Me pediu para que eu coloque o pai dela nas minhas orações, mesmo não acreditando na minha religião, porque me respeita.

Quanto a mim?... deixa pra lá...

2 comentários:

GIL ROSZA disse...

A gente sempre deseja certas coisas, quer certas coisas, espera por certas coisas. Achamos que precisamos delas para viver. Quando estas coisas esperadas dão certo, damos a elas o nome de felicidade, mas às vezes elas não saem do jeito que queríamos ou que planejamos. Então colocamos nelas o nome que mais se parece com nossas frustrações e decepções. Perdas e ganhos são gêmeos, mas eu sei como é difícil aceitar isso numa boa.

Rolando disse...

oi moça. tudo blz? acho que mais ou menos ne. estive por aqui. lega o seu blog. passa lá no meu. abraços.