apenas eu.

Minha foto
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm." (1 Coríntios 10:23a)

transeuntes.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Amor cicloviário.

A princípio não achei que o relacionamento fosse vingar mas a idéia sempre foi comprar uma bicicleta, ademais, a preguiça tanto de ir até loja como de pedalar me rodeavam. Aí ele chegou, com o espírito todo saudável, falando e falando de esporte, enchendo a bola dos exercícios físicos, tentando me convencer de que seria bom. Puro interesse, bom pra ele que teria companhia nas pedaladas (rs) mesmo que tivesse de me esperar, quando fico pra trás, descer da bicicleta e subir a ladeira empurrando a bicicleta ou mesmo se tivesse que pedalar 10 vezes mais devagar para me acompanhar, por que fumante sedentária e sem praticar qualquer tipo de esporte há anos, ele teria mesmo que me esperar. E o sentimento começou a nascer meio tímido, com um pouco de receio, muitas conversas e algumas pedaladas.


O amor se estendeu também para a pequena Elisa, por ela coloquei uma garupa e quando saio para pedalar com ela acoplada na minha traseira, as pessoas veem nós duas na bicicleta e nos cumprimentam, sorriem para nós achando a cena no mínimo engraçada, eu com uma cabelereira enorme pedalando enlouquecidamente para não perder o ritmo, ela de trancinhas esvoaçantes e rayban na garupa rindo com seus dentinhos separados. Os carros até nos respeitam mais acredito que por ter uma criança na garupa e a gente vai devagar e sempre porque um dia a gente chega lá.


O amor nos pegou de forma que agora não conseguimos mais nos separar, nem a pé, nem de bicicleta, nem de nenhuma forma de locomoção ou comunicação. A cada desentendimento nos fortalecemos mais, a nossa união se reforça, o relacionamento amadurece e chegamos a conclusão de que seremos futuros esposo e esposa e concerteza teremos mais um anjinho pra colocar em nossa garupa (rs). Estamos entrelaçados por um amor abençoado e nos esforçamos muito para que ele permaneça assim. Cuidamos uns dos outros, somos companheiros e nos respeitamos acima de qualquer coisa, porque amar todo mundo ama mas o respeito tem que ser aquém do amor. Agradeço a todas as forças divinas que enviaram-no a mim. Estaremos sempre no caminho da luz, contemplados com a felicidade e com a fé em Deus todas as promessas se cumprirão.


"O amor é paciente, é bondoso; o amor não é invejoso, o amor não é jactancioso, não se envelhece; não faz nada indecoroso, não busca seu próprio interesse, não se irrita, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas se regozija com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta."
(1 Corint. 13:4,5,6-7)

11 comentários:

GIL ROSZA disse...

belo laço! duas rodas e um caminho pra seguir. rs. :)

Ana Célia Cruz disse...

Que bonitinha... boa sorte sempre, nos pedais e nos caminhos, mas para de enrolar e vamos descer a serra.rsrs

Danilo disse...

Oi amor, venho através desse comentario te dizer que te gosto muitão e estou muito feliz por vc estar gostando de pedalar e de eu estar incentivando vc ao exercicios e a parar de fumar. Ainda teremos grandes emoções em cima das magrelas e ainda iremos ate santos, mas enfim, eu ja te disse mas vou dizer de novo,nunca deixe pessoas e nada atrapalhar o nosso relacionamento, nem com ideias e com nada pq o que Deus une homem nenhum separa, e não estamos vivendo isso por acaso, pq tudo o que vem acontecendo é obra de Deus e se continuarmos sempre na luz seremos muito mais felizes, e a Elisa sera uma criança ainda mais feliz. Deus esteja conosco e sempre ilumione nossos caminhos e da Elisa aquele anjinho de Deus. Beijão amor. E jaja estarei escrevendo igual a vc, ja to quase lá rsrsrs.

Camilla Aloyá disse...

Obrigada Gil e Ana...
A serra vou descer ano que vem ou quem sabe antes mas primeiro preciso treinar pra aguentar as pedaladas... descer a serra ´já é um objetivo! rs...

Dani, nada irá nos atrapalhar, eu te gosto muito, obrigada por tudo meu anjo. E quanto a escrever igual ou melhor que eu é questão de treino, eu já disse "faça um blog" rsrs... e continue lendo sempre e o quanto puder...

Beijos nos corações.

Camilla Aloyá disse...

Ah Ana!
a minha magrela chama-se Carmelita e a do Daniloe chama-se Juanita. rsrsrs...

Jubileu Martins da Silva disse...

OW CAMILA PARA SEUS CABELOS...JENIFER BLACK...A SENSAÇÃO DO MOMENTO.KKKKKKKK

Camilla Aloyá disse...

não Jubileu, sem químicas, prefiro ele natural assumindo minha africanidade! rsrs...

Indianara Nonzamo disse...

que de fofis, se eu tivesse uma máquina tentaria tirar foto da cena rs rs rs

Ana Célia Cruz disse...

Ô loko meu! Carmelita!!! Uma homenagem à Yasbek? rsrs A minha se chama Marilza, em homenagem ao Paulão da Grande Família... kkkk

Então a descida fica pro ano que vem hein! Ou antes..., mas não esquenta não, bicicleta á assim mesmo, pra ir devagar, deixando a pressa pros motorizados.

Bjo!

Camilla Aloyá disse...

Eu não fui mas mandei o Danilo como meu representante... rsrs... espero que sido legal, ano que vem é nóis!

Janaína disse...

É lindo ler você tão feliz...
Pedalar é tudo de bom...

E você merece!!